Informação

Educação Ambiental

Este grupo é destinado a todos que trabalham ou que querem saber como utilizar essa ferramenta de auxílio a preservação.

Local: Brasil
Membros: 358
Última atividade: 11 Mar

Um pouquinho sobre Educação ambiental

Por: Juliana Horste Faria


No século XIX a sociedade estabeleceu um padrão de exploração dos recursos naturais como conseqüência da revolução industrial, modificando de forma permanente a relação entre o homem e a natureza. Com um padrão baseado no acúmulo de riquezas, sustentado pela exploração dos recursos naturais, a natureza se tornou um bem de consumo, onde se imaginava que poderia fornecer recursos infindáveis para abastecer as necessidades da civilização humana.

Contudo nos anos 60 e 70, um alerta de que a natureza possuía recursos limitados e que os padrões estabelecidos pela sociedade humana eram insustentáveis, fez surgir um alerta. Em 1962 a bióloga Rachel Carson publicou o livro entitulado como “Silent spring” (Primavera silenciosa), nele Rachel apresentava narrativas sobre as desgraças ambientais que estavam ocorrendo em várias partes do mundo, que vinham sendo geradas pelo modelo de desenvolvimento econômico mundial. O livro se tornou um marco na história do movimento ambientalista mundial, e desencadeou uma grande inquietação internacional, gerando discussões sobre o modelo de exploração ambiental adotado até então.

Mas, somente três anos após a publicação do livro, ouviu-se pela primeira vez o termo Environmental education (Educação ambiental), surgido durante uma conferência sobre educação ocorrida na Universidade de Keele na Grã-Bretanha. Neste momento alguns setores da sociedade começaram a se organizar, visto que, os governantes desta época, ainda não haviam despertado para a importância das questões ambientais.

Todo este contexto favoreceu o surgimento das ONG’s, as organizações não governamentais, que possuíam posições sociais e políticas bem definidas e tinham como principal objetivo pressionar o poder público estatal e a iniciativa privada a tomarem decisões a favor de melhor relação entre sociedade e natureza. Começa neste momento a luta em defesa do meio ambiente liderada por membros da sociedade e que até hoje ainda não alcançou com êxito o seu fim...

Desde seu surgimento a educação ambiental sempre possuiu várias faces e com isso, várias definições. Em 1965, a UNESCO promoveu o Congresso de Belgrado, onde se surgiu uma primeira definição, neste congresso a E.A, ficou definida como um processo que visa formar uma população consciente e preocupada com o meio ambiente e seus problemas.

Já a Agenda 21 define a E.A. como um processo que busca desenvolver uma população que seja consciente e preocupada com o meio ambiente e com os problemas associados a ela. A intenção é que a própria população encontre as ferramentas para solucionar os problemas ambientais.

E este é realmente o papel da educação ambiental, fornecer ferramentas para despertar a consciência sobre as questões ambientais e a partir dessa consciência buscar uma solução coletiva para os problemas, ou para tentar amenizá-los. A E.A. proporciona um pensamento coletivo e a preocupação com o próximo, sendo assim uma excelente ferramenta para ser trabalhada, principalmente no ambiente escolar.

Conforme o local onde as atividades são desenvolvidas a E.A, pode ser classificada como: formal ou informal. Por definição a E.A formal, visa promover os meios de percepção e compreensão dos vários fatores que interagem no tempo e no espaço para melhorar o ambiente, esta tem como palco principal o ambiente escolar, ou seja, ela possui uma formalização institucional, onde existem regras próprias de intenções particulares.

No ambiente escolar, encontram-se regimentos, mecanismos avaliativos capazes de abranger os quatro níveis de ensino: Fundamental, Médio, Graduação e Pós-graduação, entretanto, os programas de E.A realizados por empresas e demais instituições também podem ser enquadradas neste contexto.

Já a educação ambiental informal faz parte de um conjunto de práticas sociais e educativas que ocorrem fora do ambiente escolar, incluindo lideres comunitários, moradores, jovens e até crianças, sendo assim pode ser reconhecida como uma prática comunitária, que, de um modo geral, está ligada à identificação de problemas e conflitos relacionados ao local onde ela está sendo desenvolvida. No âmbito informal da EA destina-se a ampliar a conscientização pública através de meios de comunicação de massa como jornais, panfletos, palestras, debates, programas de rádio e de TV, por exemplo.

Neste contexto da E.A informal, desenvolveram-se as ONG’s e os movimentos da sociedade, que de forma geral, tinham em comum as melhorias na qualidade ambiental, seja de uma rua, bairro ou até mesmo cidade.

Fórum de discussão

Novo Código Florestal 5 respostas 

Entendam o Novo Código Florestal Brasileiro. É uns dos assuntos abordados em Concursos Públicos.Continuar

Iniciado por Bibiana Nuno. Última resposta de Bibiana Nuno 28 Set, 2012.

Versão digital do livro Ondas que te quero mar: EA para comunidades costeiras

A Associação Núcleo de Educação e Monitoramento Ambiental (NEMA), do Rio Grande do Sul, lançou a versão digital do livro Ondas Que Te Quero Mar: Educação Ambiental Para Comunidades Costeiras. O livro…Continuar

Iniciado por Bibiana Nuno 28 Dez, 2011.

O que você sabe sobre educação ambiental? 5 respostas 

Muito se fala em educação ambiental, mas muitas pessoas confundem esse campo de atuação com uma disciplina que fica restrita ao ambiente escolar. O que você sabe sobre E.A.?Continuar

Tags: sociedade, ambiente, meio, ambiental, Educação

Iniciado por Juliana Horste. Última resposta de gilvan mota de souza 13 Ago, 2011.

Práticas de Educação

As práticas de Educação Ambiental são uma busca freqüente no Website do Projeto Vida – Educação Ambiental (hoje Projeto APOEMA - Educação Ambiental). Cabe esclarecer que estas práticas não podem ser…Continuar

Tags: Práticas de Educação

Iniciado por Andrè Braga 30 Mar, 2010.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Educação Ambiental para adicionar comentários!

Comentário de Silvana Camiseta Feita de Pet em 10 maio 2013 às 20:04

Escrevi um artigo e gostaria de compartilhar com vocês:

http://www.camisetadepet.com.br/blog3/?p=1485

Comentário de Mariana Martins em 1 março 2012 às 19:06

oii quero participar, mais estou um pouco perdida com td isso, ainda nao sei mexer, mais como faço?? Obrigada Mariana

Comentário de Bibiana Nuno em 27 fevereiro 2012 às 0:02
Divulgando o edital da primeira seleção para o doutorado do PPGE da Univali, que vai até 8 de março.

Por favor, divulguem em seus programas, instituições e redes de contatos.

Informações em www.univali.br/ppge
...
Temos um Grupo de EA, O GEEAS - Educação, Estudos Ambientais e Sociedade
Líder do grupo: Prof. Dr. Antonio Fernando Silveira Guerra

O GEEAS busca integrar pesquisa, ensino e extensão desenvolvendo estudos sobre fundamentos e práticas em Educação Ambiental. O grupo desenvolve pesquisas que reconhecem e dimensionam os elementos que levam à construção da identidade do (a) professor (a) educador (a) ambiental e promovam a inserção da dimensão ambiental no currículo escolar e nas práticas de grupos sociais. Os projetos estão direcionados à formação inicial e continuada de professores e gestores em Educação Ambiental e sustentabilidade; desenvolvimento e avaliação de práticas e materiais educativos para ambientalização curricular; políticas públicas em Educação Ambiental e suas implicações para a pesquisa e a formação docente.

Vejam a página do Grupo no CNPq: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/detalhegrupo.jsp?grupo=5672708EU4ABH0

Abraço,

Bia.

Comentário de Bibiana Nuno em 20 janeiro 2012 às 21:44

Encontro paralelo de Educomunicação no VII Fórum Brasileiro de Educ...

Pessoal, compartilhando:

Colegas

Estou organizando a programação do Encontro Paralelo de Educomunicação, que será realizado dentro do VII Fórum Brasileiro de Educação Ambiental, em março, em Salvador (vejam em http://viiforumeducacaoambiental.org.br).

Estou levantando experiências de educomunicação como política pública, e em projetos de instituições da sociedade civil ou ainda as construídas dentro das organizações privadas.

Também teremos espaço para a cobertura educomunicativa do fórum, com repórteres comunitários que serão indicados pelos participantes.

Quem tiver interesse em conhecer a programação (envio como anexo) e mantém trabalho de educomunicação, me escreva.

Abraço a todos

Débora Menezes
Jornalista e educadora ambiental
www.educomverde.blogspot.com
(71) 9991-4267
 
Comentário de Bibiana Nuno em 28 dezembro 2011 às 11:38
- CONSULTA PÚBLICA METAS NACIONAIS DE BIODIVERSIDADE PARA 2020
desde 19 de dezembro de 2011 até o dia 31 de janeiro de 2012
http://www.mma.gov.br/sitio/ index.php?ido=conteudo.monta&id Es...
-O formulário para preenchimento está neste link - http://www.surveymonkey.com/s/ 2BLMMTM
Comentário de Mario Bouyssounade Rivas em 1 novembro 2011 às 1:54

Até o presente a educação foi dirigida para o aprendizado direto, racional, com o conhecimento das questões de cada matéria como primordial, sem a possibilidade de grandes questionamentos e sem o direcionamento necessário para a consciência, responsabilidade e participação ativa na sociedade atual.


A integração dos adolescentes à sociedade é necessidade imperiosa e a Educação Ambiental com a criação de consciência pode ser um ponto de partida para atingir esses objetivos.
Na Educação Ambiental a necessidade é mais abrangente que matérias concretas como química, matemáticas ou física, não somente pela variação de matérias e questões que engloba, como pela intervenção natural e direta do jovem na sociedade; com os benefícios e conseqüências que pode provocar.
Comentário de Elaine Real em 1 novembro 2011 às 0:39
Amei o grupo, tudo que vi até agora! Estou me especializando na área de Educação Ambiental! Espero poder interagir bastante com vcs.
Comentário de Geomar Dias de Oliveira Moura em 2 outubro 2011 às 2:32
Olá pessoal também abracei esta causa, sou licenciado em ciência biológicas e trabalho com ecologia e conservação de aves de rapina, no qual sou relator do PROART( projeto aves de rapina Tyto alba) Educação ambiental e meu lema e o meio e ambiente para se conscientizar futuras gerações.logomarca%20do%20proart.docx  
Comentário de Kácia Letícia em 18 julho 2011 às 18:15
Olá galera.. achei interessantissimo seu tópico Juliana.. sou licencianda do curso de ciências biológicas da Universidade federal do Pará. Educação Ambiental é um ponto na qual sempre devemos tokr e conscientizar todos pelo nosso bem precioso! Parabéns e sucesso a todos que se importam e fazem a diferença que tanto precisamos sempre! abraços...
Comentário de alexandre josé morais dos santos em 23 março 2011 às 9:31

Juliana, parabéns por este grupo que vc criou, eu estou na especialização em EA e acredito que fazendo parte desta comunidade será muito bom!

Abraço a todos, sucesso!

 

Membros (358)

 
 
 

Desenvolvedores do site

Siga

Instagram

Assine a Newsletter!

Sobre o conteúdo

O site Biólogos.bio respeita a opinião de todos os membros da rede, porém encontra-se no direito de retirar textos de teor ofensivo, agressivo ou que sustente preconceitos de qualquer ordem, que promovam a violência ou que estejam em desacordo com o bom senso e as leis brasileiras. Este site não se responsabiliza pelo conteúdo postado por seus membros.

© 2014   Criado por Biologos.bio.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

xg.tg = function () { var cookies = document.cookie.split(';'); var re = /^\s*xn_visitor=([^\s]*)/; var vc = ''; for (i in cookies) { if (!cookies.hasOwnProperty(i)) { continue } var match = re.exec(cookies[i]); if (match) { vc = match[1]; break; } } var image = new Image(); var user = vc + ',,biologos'; image.src = 'http://www22.glam.com/cTagsImgCmd.act?gname=ning_user&gvalue=' + user + '>id=5000059145&gcmd=setc&gexpires=604800&ord=' + Math.random()*1E16; }; xg.tg();